Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

NICOLÁS MADURO TRANSFORMA HUGO CHÁVEZ NA TERESA DE CALCUTÁ DA VENEZUELA. Diz que Chávez ficou doente pelo povo!!! O povo venezuelano está sendo tratado como se fosse um bando de imbecis.



NICOLÁS MADURO É A PRÓPRIA EXPRESSÃO DA SUBSERVIÊNCIA, DA SERVILIDADE, DO CAPACHISMO


Leio no site Terra que o vice-presidente venezuelano em exercício (e que não foi eleito e nem nomeado!), Nicolás Maduro, disse que Hugo Chávez luta pela vida porque deu a sua vida aos pobres, porque ao cuidar dos pobres descuidou da própria saúde. Caramba!

Creio que os dirigentes chavistas, desde que Hugo Chávez voltou a Cuba para a quarta operação de seu câncer em metástase, perderam, de fato, qualquer resto de vergonha na cara que, por acaso, ainda tivessem.

É de um cinismo imenso dizer que um presidente de um país ficou doente por dedicar-se aos pobres. Chávez usufruía de todas as regalias ao alcance de ditadores. O que eu  penso é que a sua megalomania, como a de quase todos os ditadores ou candidatos a ditadores, é tão gigantesca que ele deveria, isto sim, considerar-se acima da média dos mortais comuns. Um imortal.

Não seria o único, o nosso digníssimo ex-presidente Lula comparou-se a Jesus Cristo e a Abrahan Lincoln, numa evidente demonstração de que lhe falta algo chamado de “simancol”.

Endeusados por puxa-sacos e assessores de quinta categoria, tais presidentes acostumam-se a elogios, mentiras, mesuras. O diabo é que passam a acreditar que todas aquelas demonstrações de peleguismo são verdadeiras e passam, então, a imaginar-se acima do Bem e do Mal. Chegam a julgar-se imortais e onipotentes.

Um exemplo de um tirano desse tipo foi Muamar Kadafi, até que teve que enfrentar a realidade, e a morte, a Ceifadora, a ira das Parcas.

Hugo Chávez ficou doente, com câncer, porque seres humanos estão sujeitos a ter câncer. O Câncer acomete nobres e plebeus, senhores e escravos, bons e maus, jovens ou velhos. “O câncer”, diria um observador irônico e mordaz, ´”é democrático”.

É uma verdadeira palhaçada o que está acontecendo na Venezuela, e o que me espanta é a imprensa ficar repetindo, a cada dia, burocraticamente, servilmente, as bobagens ditas por Maduro e outros dirigentes daquele país.

Como é possível que um paciente com câncer em metástase, que perdeu duas vértebras da coluna por conta disso, que não consegue falar, que não se levanta da cama, que teve o rim falhando, que ficou com severa infecção pulmonar, que ficou inconsciente, que teve paradas cardíacas, possa estar governando, fazendo reuniões e assinando papéis, como conta Maduro com a maior cara de pau?

Estão explorando o povo da Venezuela por conta de que as eleições terão que ser realizadas, pois será impossível manter esse teatro do absurdo por muito tempo. Se Chávez pode governar, como diz Maduro, porque não pode aparecer ao vivo ao seu povo?

Hugo Chávez não ficou doente por sacrifício pelo seu povo. Hugo Chávez ficou doente porque era seu destino ficar doente. Deixou, talvez de tratar a doença, não por ser uma Madre Teresa de Calcutá, mas por ser vaidoso e achar que um tipo especial, um líder revolucionário, um guia do populacho está acima dessas bobagens que acometem os mortais comuns.

Pois é, errou, não é imortal, e não ficou doente por sacrifício, mas por soberba.

E o povo da Venezuela não merece essa exploração toda.

Gutenberg J.  

O TEXTO DO TERRA

 
O vice-presidente executivo da Venezuela, Nicolás Maduro, voltou a dizer nesta quinta-feira que Hugo Chávez, hospitalizado em Caracas com câncer, está "lutando por sua vida". "Nosso comandante está doente porque deu toda sua vida aos que não têm nada", disse Maduro durante a entrega de casas populares. "Chávez está lutando por sua saúde e sua vida, e nós o acompanhamos", afirmou.

"Vocês sabem porque ele descuidou de sua saúde? Porque se entregou de corpo e alma, completo, e esqueceu suas obrigações para com ele mesmo. Se doou ao povo, à pátria, para lhes dar o que não tinham: trabalho, vida, habitação, saúde, alimentação, educação. Esta é a verdade verdadeira", disse Maduro ao canal VTV.

Chávez, operado pela quarta vez em 11 de dezembro passado de um câncer, regressou de Cuba há dez dias e está internado no Hospital Militar de Caracas. Segundo o último boletim médico divulgado pelo governo, Chávez, 58 anos e no poder desde 1999, sofre de insuficiência respiratória derivada da cirurgia e sua evolução "não tem sido favorável", mas o governo garante que segue no comando do país, mantendo reuniões com seus colaboradores no hospital.

"Vocês sabem porque ele descuidou de sua saúde? Porque se entregou de corpo e alma, completo, e esqueceu suas obrigações para com ele mesmo. Se doou ao povo, à pátria, para lhes dar o que não tinham: trabalho, vida, habitação, saúde, alimentação, educação. Esta é a verdade verdadeira"

"Nós que desempenhamos funções de governo e podemos ter acesso direto ao local de sua recuperação lhe transmitimos sempre estes gestos de amor para que se alimente", revelou Maduro. Há dois dias, Maduro garantiu que Chávez está em condições de dar ordens e "conta com uma equipe de governo absolutamente subordinada a seu comando".

"Ele pode dar ordens porque é um chefe legítimo de uma revolução, porque tem um povo leal que nunca lhe faltou, porque tem equipes de homens e mulheres que são subordinados absolutamente ao seu comando, a sua liderança".

Nas últimas dez semanas, os venezuelanos viram Chávez apenas em quatro fotos - junto com suas filhas mais velhas - tiradas no hospital de Havana.

Reeleito no dia 7 de outubro passado, Chávez não se apresentou para a posse no Legislativo em 10 de janeiro, como determinava a Constituição, mas o Supremo Tribunal de Justiça admitiu empossá-lo posteriormente, no próprio organismo.

Maduro admitiu na terça-feira que Chávez enfrenta um processo "complexo" e respira através de uma traqueotomia que lhe dificulta a fala, e criticou a oposição por tratar de aproveitar este momento "difícil" que atravessa o governo para tentar "desestabilizar" o país.

 


O PAPA, OU SIMPLESMENTE UM PEREGRINO. Joseph Ratzinger é, agora, Papa Emérito.

"Caros amigos, estou feliz de estar com vocês, rodeado pela beleza da criação e seus votos de carinho que tanto me fazem bem. Obrigado por sua amizade e por seu afeto. Vocês sabem que este dia é diferente para mim. Eu não sou mais o Supremo Pontífice da Igreja Católica – ou o serei até as 20h, e então não mais.

Sou simplesmente um peregrino iniciando a etapa final de sua peregrinação nesta terra. Mas, ainda assim, eu agradeço. Com meu coração, meu amor, minhas orações, minha reflexão, e com toda minha força interior, eu ainda gostaria de trabalhar pelo bem comum e pelo bem da Igreja e da humanidade. Sinto-me muito apoiado pela sua simpatia.

Que sigamos adiante com o Senhor pelo bem da Igreja e do mundo. Obrigado, e agora, de todo coração, presto minha saudação. Abençoado seja o Deus todo poderoso , Pai, Filho e Espírito Santo. Obrigado, e boa noite a todos." 

JOSEPH RATZINGER

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR
 

O EMBAIXADOR DE CUBA NO BRASIL, CARLOS ZAMORA, MERECE UMA MEDALHA POR SUA ATUAÇÃO NO CASO DA VISITA DA BLOGUEIRA YOANI SÁNCHEZ. Mas uma medalha para ser exibida com orgulho apenas na ditadura cubana. Leiam o artigo do prof. Demétrio Magnoli e entendam o porquê.





Não se preocupe, embaixador

Demétrio Magnoli

(Publicado em O Globo)

A Carlos Zamora Rodríguez, embaixador de Cuba no Brasil:

Circulam rumores de que a passagem da blogueira Yoani Sánchez pelo Brasil terá efeitos desastrosos para sua carreira diplomática. Escrevo para acalmá-lo. À luz dos critérios políticos normais, qualquer um dos quatro motivos mencionados como causas possíveis de sua queda seria suficiente para fulminar um diplomata. Contudo, os governos de Cuba e do Brasil não se movem por critérios normais.

Comenta-se, em primeiro lugar, que o Planalto solicitaria sua remoção em reação à interferência ilegal da Embaixada nos assuntos internos do país. De fato, é ultrajante reunir militantes do PT e do PCdoB na representação diplomática cubana para distribuir um CD contendo calúnias contra uma cidadã em visita ao Brasil. Mas não se preocupe. Sob Lula, quando prendeu e deportou os pugilistas cubanos que tentavam emigrar, o governo brasileiro violou a Carta Interamericana de Direitos Humanos para atender a um desejo de Havana. Dilma Rousseff só precisa ignorar a violação de leis nacionais para encerrar o “caso Yoani”. 

Em segundo lugar, corre o rumor de que Havana pretende substituí-lo por razões de incompetência funcional. A causa seria o vazamento para “Veja” das informações sobre a reunião na Embaixada, que contou com a presença de Ricardo Poppi Martins, auxiliar do ministro Gilberto Carvalho — uma notícia depois confirmada pela própria Secretaria Geral da Presidência.

Certamente, as agências de inteligência de seu país não apreciaram a condução desastrada da operação, mas duvido que o governo de Raúl Castro desconsidere os fatores atenuantes: a inconveniência representada pela liberdade de imprensa e os “dilemas morais pequeno-burgueses” de militantes de esquerda não submetidos ao centralismo do Partido Comunista Cubano.

Um terceiro motivo para seu afastamento residiria nas implicações lógicas das acusações difundidas pela Embaixada contra a blogueira. O CD qualifica Yoani como “mercenária financiada pelo governo dos EUA” para “trabalhar contra o povo cubano”. Afirmar isso, porém, significa dizer que, mesmo dispondo das provas da atuação de uma agente inimiga em seu território, o governo de Cuba optou por não prendê-la e processá-la, colocando em risco a segurança do país. O raciocínio, impecável, destruiria um diplomata de um país democrático, mas não arranhará sua reputação perante o regime dos Castro: o discurso totalitário não almeja a persuasão racional, não se deixa limitar pela regra da consistência interna e não admite o escrutínio da crítica. 

Afigura-se mais grave a quarta razão que apontam como ameaça à sua carreira. Ao estimular a perseguição movida por hordas de militantes organizados contra Yoani, a Embaixada amplificou a voz e o alcance da mensagem da blogueira, produzindo um efeito contrário ao desejado por Havana. Construído no terreno de um cínico pragmatismo político, o argumento parece irretocável, mas não creio que deveria alarmá-lo. Na perspectiva do regime cubano, as repercussões da visita sobre a opinião pública são o preço a pagar pela afirmação de um princípio inegociável do totalitarismo: os dissidentes nunca estão a salvo da violência real ou simbólica do “ato de repúdio”.




O “ato de repúdio” é o equivalente político do estupro de gangue. Na China da Revolução Cultural, onde alcançou o apogeu, a prática chamava-se “assembleia de denúncia”. Segundo o relato de Jung Chang, uma jovem chinesa que testemunhou aqueles tempos, a Universidade de Pequim realizou sua pioneira “assembleia de denúncia” a 18 de junho de 1966, quando o reitor e dezenas de professores sofreram espancamentos e foram obrigados a permanecer ajoelhados durante horas em meio à multidão histérica. “Enfiaram à força em suas cabeças chapéus cônicos de burro, com slogans humilhantes” e “derramaram tinta em seus rostos para deixá-los negros, a cor do mal” (“Cisnes selvagens: três filhas da China”). A matriz chinesa, nós dois sabemos, inspirou a ditadura cubana, cujos “atos de repúdio” excluem a tortura, mas não a violência física moderada, a intimidação direta e uma torrente de insultos.

Yoani relata no seu blog o primeiro “ato de repúdio” que assistiu, quando tinha cinco anos (“As pessoas gritavam e levantavam os punhos ao redor da porta de uma vizinha”), e um outro, do qual foi vítima junto com as Damas de Branco (“as hordas da intolerância cuspiram em nós, empurraram e puxaram o cabelo”). No “ato de repúdio”, o “inimigo do povo” deve ser despido de sua condição humana e convertido em joguete da violência coletiva. A agressão física é um corolário último desejável, mas não é um componente necessário do ritual — e, dependendo das circunstâncias políticas, deve ser prudentemente evitada. Estou convicto de que sua embaixada levou isso em conta quando indicou o caminho dos atos contra Yoani.

Seu conhecido Breno Altman, um quadro político do PT, defendeu os “atos de repúdio” contra a blogueira em debate televisivo, alegando que “ninguém saiu ferido”. De fato, apenas em Feira de Santana chegaram a empurrar Yoani e a puxar-lhe o cabelo. Na mesma cidade e em São Paulo, gangues de vândalos a insultaram em público, cassaram-lhe o direito à palavra, ameaçaram pessoas que queriam escutá-la, provocaram o cancelamento de eventos literários e cinematográficos. Tudo isso caracteriza constrangimento ilegal, um crime contra as liberdades públicas e individuais.

No Brasil, a palavra de Yoani desmoralizou a ditadura cubana. Mas, nessa particular guerra de princípios, sua embaixada venceu: a polícia não interferiu, os “intelectuais de esquerda” silenciaram, a editora que publica Yoani eximiu-se da obrigação de protestar e uma imprensa confusa sobre a linguagem dos valores democráticos qualificou os vândalos como “manifestantes”. Por sua iniciativa, o “ato de repúdio” fincou raízes no meu país. Creio que lhe devem uma medalha. 

Demétrio Magnoli é sociólogo

TEXTO ORIGINAL EM O GLOBO:
Yoani Sánchez

O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA TEM BOAS NOVAS PARA OS MENSALEIROS CONDENADOS: TODOS ESTARÃO PRESOS ATÉ O MÊS DE JULHO.



NÃO SEI QUAL DOS MENSALEIROS QUADRILHEIROS CONDENADOS PELO STF FUMA, PARA QUE POSSAMOS ENVIAR MAÇOS DE CIGARROS AOS FUTUROS PRISIONEIROS

MAS, SE NÃO FOREM FUMANTES, PODE-SE PENSAR EM ENVIAR COBERTORES.

O MÊS DE JULHO COSTUMA SER MAIS FRIO. AFINAL, OFICIALMENTE, ESTAREMOS NO INVERNO.


(Foto emprestada do blog do Noblat)


LULA PODERÁ SER O PRIMEIRO PAPA METALÚRGICO. Depois, será aguardar a vez de ser um deus, como propôs a ministra.





Está solta na Internet a história de que Lula está de olho no lugar do Papa Bento XVI.

Lula já teria até o discurso preparado:

"Não poderia deixar de atender ao apelo do povo nesse momento. Aceito substituir o companheiro Bento... Assim serei o primeiro Papa metalúrgico, já que o Karol Woytila não conta... Esse será o primeiro passo para me candidatar a Deus e cumprir mais uma profecia, a que diz que Deus é brasileiro."


IMAGEM:

GAROTA MENOR TRANSPORTAVA OITO FUZIS E COCAÍNA EM CARRO ROUBADO EM RODOVIA FEDERAL NO PARANÁ. Adolescente, de 17 anos, foi detida em Santa Terezinha de Itaipu.




Aventura pura. E prova da falta de controle. Uma adolescente de 17 anos foi apreendida pela Polícia Rodoviária federal, em flagrante, na noite de terça-feira (26), com oito fuzis e mais de seis quilos de pasta de cocaína. A garota, sozinha, dirigia um veículo roubado de São Paulo, pela BR-277, no município de Santa Terezinha do Itaipu, no oeste do Paraná. 

A jovem criminosa levava o Gol com os fuzis, além da pasta base de cocaína para a cidade de CAscavel, a 150 quilometros da fronteira do Paraguai. Evidentemente as quadrilhas criminosas ligadas ao tráfico estão utilizando menores para outros crimes além de matar pessoas.



A estrada liga Foz do Iguaçu a Cascavel, uma das mais importantes cidades do Paraná.  A abordagem foi realizada por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante fiscalização de rotina. A ousadia da garota, no entanto, indica que aquela região pode ser usada tranquilamente pela quadrilhas para o tráfico de armas e drogas. A gigantesca represa de Itaipu tem muitas ramificações, e é utilizada para o contrabando, por meio de barcos que cruzam do lado paraguaio para o brasileiro. A represa faz divisa com centenas de propriedades rurais que podem servir, facilmente, para o desembarque de mercadorias ilegais.

A garota poderia estar, tanto vindo da divisa, em Foz do Iguaçu, como haver trafegado por estradas de terra e de regiões próxima à margem da represa.

De acordo com informações da PRF, a adolescente estava conduzindo um Gol com placas de São Paulo e que possuía registro de roubo no sistema Serpro. Ela teria tentado fugir da fiscalização, sendo alcançada cerca de um quilômetro da Unidade Operacional da PRF.

Detida, ela confessou que entregaria a mercadoria em Cascavel. Diante do flagrante, ela foi encaminhada para a Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente Infrator de Foz do Iguaçu. O veículo, a droga e as armas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil local.

Desta vez a garota foi pega. Teria ela usado a mesma rota outras vezes? Só este caso mostra como a propaganda feita pelo governo federal sobre controle de fronteiras é absolutamente furada; só propaganda. Apenas a área da represa de Itaipu é gigantesca, ela tem 200 quilometros de extensão; e apenas ela já daria imenso trabalho para a fiscalização! E o governo alega estar vigiando as fronteiras terrestres, do extremo sul ao norte do país!

Há quem acredite. Diante da ousadia da garota e da sua quadrilha, é de supor que isso seja corriqueiro. E mostra outra fragilidade: O Estatuto da Criança e do Adolescente precisa ser urgentemente alterado. A garota fiacará uns tres meses detidas e depois será solta, ficando a sua ficha mais limpa que muitos políticos de Brasília. E ela transportava pasta de coaína, oito fuzis e guiava, sem carta, um carro roubado. Nada disso aparecerá na ficha dela quando chegar aos 18 anos. Tudo será esquecido pela lei, menos por ela e seus amigos.

O ECA é uma piada de mau gosto.


HUGO CHÁVEZ ESTÁ MORTO, DIZ EX-EMBAIXADOR DO PANAMÁ NA OEA. CHEGOU A HORA DA VENEZUELA APRESENTAR HUGO CHÁVEZ AO VIVO. (video)



Hugo Chávez está morto. As máquinas que mantinham Hugo Chávez vivo – embora com morte cerebral desde o dia 30 de dezembro – foram desligadas no último domingo, dia 24 de fevereiro. A informação é o do ex-embaixador do Panamá na OEA, Guillermo Cochez, e foi dada em entrevista exclusiva ao canal de TV americano NTN24. Segundo Cochez, a morte cerebral ocorreu no hospital de Havana, mas as autoridades venezuelanas resolveram aguardar mais tempo e transferi-lo para Caracas, há uma semana, para desconectá-lo.

O ex-embaixador diz que as pessoas que ocupam o governo na Venezuela mentem para o povo venezuelano e para o mundo e que as fotografias divulgadas recentemente de Chávez ao lado das filhas são falsas, isto é, foram manipuladas, sendo de data anterior. Um evidente absurdo é governos vizinhos e ligados ao Foro de São Paulo, como o do Brasi, aceitarem bovinamente que Chávez vive, está alegre e saltitante, fala durante horas com seus auxiliares mas agora é um homem birrento e se esconde de seu próprio povo.

Nenhum presidente que foi a Havana visitar Chávez o viu. Apenas falou com membros da família e do governo cubano. Até o "deus"ex-presidente Lula, o nosso Lincoln, deu com a cara na porta e foi recebido pelos novos donos da Venezuela, Fidel e Raul Castro. 



ENTREVISTA A NTN24
O ex-embaixador do Panamá ante a OEA, Guillermo Cochez, assegurou nesta quarta-feira com exclusividade para o canal de televisão americano NTN24 que o caudilho Hugo Chávez foi desconectado há quatro dia das máquinas que o mantinham com vida.

O diplomata panamenho foi incisivo e desafiou o governo venezuelano a desmentí-lo. "A informação que revelando é que o presidente Chávez desde o dia 30 de dezembro passado já estava com morte cerebral, nesse estado o transferiram para a Venezuela porque não queriam desconectar-lo em Cuba."

Cochez acusa o governo venezuelano que estar enganando a Venezuela e o mundo inteiro e afirma que as recentes fotos de Chávez distribuídas pelo governo venezuelano são falsas. Ao mesmo tempo, Cochez lança um desafio ao governo venezuelano para que mostre Hugo Chávez.

EMILI BLASCO TAMBÉM DESAFIOU GOVERNO

O jornalista Emili Blasco, do jornal espanho ABC.ES, responsável por excelentes reportagens sobre o estado de Hugo Chávez também publicou há alguns dias uma matéria em que afirmava que Chávez não podia mais falar em nem levantar-se, devido às conseqüências das operações feitas em Cuba e à agressividade de seu câncer. Desafio o governo a provar que mentia e foi quando as autoridades divulgaram aquela foto de Chávez sorridente e gorducho ao lado das filhas, foto considerada manipulada e falsa.

O médico José Rafael Marquina, que vive na Florida, também vem dizendo que o quadro de Chávez é gravíssimo e que não poderia continuar vivendo com as dificuldades respiratórias apresentadas. Em suma, desde o final de dezembro, apesar de toda a censura em Cuba e na Venezuela, e dos boletins surrealistas dos venezuelanos sobre reuniões e conversas dehoras com Chávez, é certo que ele passou a maior parte desse tempo sedado e anestesiado e inconsciente.

ESTA FOTO, APRESENTADA NO NOTALATINA, TERIA SIDO TIRADA POR CELULAR POR MÉDICO OU ENFERMEIRO, EM HAVANA.

A última postagem de Graça Salgueiro, no blog Notalatina, também apresenta uma fotografia de um homem absolutamente compatível com Hugo Chávez, devido a sinais no rosto (veja análise das fotos em texto publico neste blog), de aspecto absolutamente doentio e fraco, como estaria realmente o venezuelano após complicações em sua operação de 11 de dezembro de 2012, quando retirarem duas vértebras cancerosas e

Ele passou por severas complicações. Chávez teve pneumonia, infecções pulmonares, falhas nos rins, inconsciência e, por último, já estaria paraplégico por conta dos problemas na coluna.

Apesar de tudo isso, poderia estar vivo. A pergunta é: por que as autoridades não mostram uma imagem de Chávez vivo, um vídeo por exemplo, foto não adianta, acenando para o povo, mesmo que enfraquecido?

Ao contrário disso, o vice (não nomeado) Nicolas Maduro faz relatos de reuniões de cinco horas com Hugo Chávez, em que este fala, assina documentos, conversa sobre a Venezuela.

Se faz tudo isso, por que se mantém escondido?
.
EN ESPAÑOL -  do site NTN24 

El exembajador de Panamá ante la OEA aseguró este miércoles en primicia al canal internacional de noticias NTN24 que el presidente Hugo Chávez habría sido desconectado hace cuatro días de las máquinas que lo mantenían con vida hace cuatro días"

"La información que estoy manejando es que el presidente Chávez desde el 30 de diciembre pasado estaba con muerte cerebral, en ese estado lo trasladaron a Venezuela porque no querían desconectarlo en Cuba", dijo el exembajador.

Guillermo Cochez desafió al chavismo a que desmienta sus declaraciones.

"Reto al gobierno de Venezuela que me diga que lo que yo digo es falso, mostrando al presidente Chávez".

Según Guillermo Cochez entre este miércoles y jueves en Venezuela serían convocadas nuevas elecciones.

"Como consecuencia de todo esto, hoy o mañana llamarían a nuevas eleeciones, eso refleja que lo que se ha dicho de la salud del presidente Chávez es totalmente falso"

Ha estado escondido, porque nadie lo ha visto, han estado falseando la información con fotografías falsas, que no refelajan la realidad".  "Han estado engañando a Venezuela y al mundo entero", reiteró.

 Guillermo Cochez fue destituido el pasado 17 de enero de su cargo como embajador de Panamá ante la Organización de Estados Americanos OEA tras  polémicas declaraciones de  sobre la situación que vive Venezuela.

Publicado el 27 Febrero 2013
Fuentes: Redacción NTN24
http://www.ntn24.com/node/81079/


NTN24





CNN CHILE






terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

A FARRA COM O DINHEIRO PÚBLICO: CONGRESSO GASTA 23 MILHÕES POR DIA!!!


WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

REVISTA VEJA:


"Ao longo de 2013, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal custarão juntos, por dia, 23 milhões de reais aos cofres públicos - dinheiro que, vale lembrar, sai do bolso do contribuinte brasileiro. O valor total deve chegar a 8,4 bilhões – montante semelhante aos dispêndios integrais de seis ministérios: Cultura, Pesca, Esporte, Turismo, Meio Ambiente e Relações Exteriores. Também equivale a todo o orçamento autorizado para a cidade de Belo Horizonte (MG) no ano passado.

 Segundo levantamento feito pela ONG Contas Abertas, nestes gastos estão incluídos os salários dos 15.647 servidores efetivos e comissionados da Câmara e dos 6.345 do Senado, além de aposentadorias, pensões, indenizações, compra de materiais de consumo, serviços de terceiros, entre outros itens. No ano passado, o Congresso foi mais comedido e gastou 10% a menos que o previsto para o exercício atual: 7,6 bilhões de reais. Desse total, 373 milhões (5%) foram destinados ao custeio de despesas pendentes em 2011.

Os gastos com pagamento de pessoal lideram as despesas do Congresso. No ano passado, consumiram 40% do total gasto: o equivalente a 3 bilhões de reais. Além dos salários propriamente ditos, os vencimentos dos servidores incluem adicionais noturnos, incorporações, adicionais de periculosidade e insalubridade, férias, 13º salário, entre outros. Só em adicional noturno, por exemplo, Câmara e Senado pagaram 4,4 milhões de reais em 2012"...



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

G20 QUER BARRAR ENTRADA DE CORRUPTOS NOS PAÍSES. BRASIL É CONTRA. QUAL O MOTIVO, HEIN?

Da imprensa:

"O G20, grupo das 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, analisa a ideia de proibir a entrada de corruptos e corruptores em seus países negando vistos e refúgio

"O Brasil, no entanto, resiste à proposta, que é liderada pelos Estados Unidos, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Documentos relatam que não há consenso no governo do País sobre o assunto, que é considerado "sensível", "polêmico" e "difícil". 

"Desde 2012, representantes da Controladoria-Geral da União (CGU), do Ministério das Relações Exteriores, da Advocacia-Geral da União (AGU) e do Ministério da Justiça debatem o tema..."

SEI LÁ, ACHO QUE A PREOCUPAÇÃO É QUE MUITA GENTE NÃO PODERÁ MAIS SAIR AQUI DESTA REPÚBLICA DE BANANAS.  



WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR



 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

YOANI SÁNCHEZ, A ARARINHA AZUL, O MICO LEÃO DOURADO E O COMUNISTA DE PLANTÃO.




EXTINTA NOS PAÍSES CIVILIZADOS, A SUBESPÉCIE COMUNISTA NÃO VAI SUMIR TÃO CEDO DO BRASIL

AUGUSTO NUNES


A última ararinha-azul deixou de voar nos céus do sul da Bahia em 2002. É uma espécie extinta. O mico-leão dourado é visto cada vez mais raramente na região montanhosa do Rio de Janeiro. É uma espécie em extinção. Talvez para escapar das constrangedoras cobranças de entidades que lutam pela preservação de relíquias da fauna, o governo federal vem estimulando há 10 anos a expansão de uma espécie ─ o comunista ─ em acelerado processo de desaparecimento no mundo civilizado.




Pelo que se viu nesta semana, não vai sumir tão cedo a subespécie que, batizada cientificamente de stalinista-que-quer-ser-guevara-quando-crescer, acaba de ganhar um codinome que homenageia o país de origem e a ilha que venera: comunista-de-cubrasil.

Excitado com a visita da jornalista Yoani Sánchez, esse espanto tropical, cujo principal habitat é a selva dividida pelo PT e pelo PCdoB, exibiu-se com tamanha frequência que, em menos de uma semana, milhões de brasileiros aprenderam a reconhecê-lo.

 Os integrantes da subespécie só circulam em bando. Alimentam-se de sanduíches de mortadela. Bebem tubaína e, nas aparições patrocinadas pela embaixada de Cuba, também cerveja quente. Ornamentam o peito com o pôster de Che Guevara e/ou estrelinhas vermelhas. Creem em Fidel Castro e Hugo Chávez.






Estão permanentemente coléricos. Repetem aos berros meia dúzia de palavras de ordem que sempre incluem expressões como “imperialismo ianque”, “CIA”, “direita” e “revolução”. Não permitem que quem se exprime em linguagens distintas emita qualquer som enquanto estiverem por perto. E não se reproduzem em cativeiro.




Baseados no vídeo abaixo, especialistas em degenerações da espécie humana acham que o comunista-de-cubrasil é um caso clínico. Gente normal acha que é um caso de polícia.



DEZ ANOS DE PT E A BANCA DE REVISTAS

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

CASAIS DO OSCAR 2013.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

sábado, 23 de fevereiro de 2013

COMO O BRASIL ENFRAQUECEU NOS GOVERNOS PETISTAS. A realidade dos fatos não tem qualquer conexão com a propaganda feita pelos petistas. Nisso eles são mestres. Leia o artigo de Merval Pereira publicado em O Globo.




O OUTRO LADO

Merval Pereira

(O Globo)

E, se em vez de insistirmos na comparação entre os governos petistas e os do PSDB dos últimos 20 anos, fizéssemos uma análise mais abrangente, com as comparações da performance brasileira nos últimos dez anos com a própria performance dos governos ao longo da nossa História e, além disso, com as demais economias do mundo, inclusive dos países emergentes?

O professor titular de Economia Internacional da UFRJ Reinaldo Gonçalves se propôs a se distanciar da polarização PT-PSDB para analisar a economia brasileira e os avanços sociais nos dez anos de governos petistas, e encontrou quadro bastante desolador, distante da propaganda oficial, a que deu o título “Brasil negativado, Brasil invertebrado: legado de dois governos do PT”.

A “negatividade” é informada por inúmeros indicadores de desempenho da economia brasileira que abarcam o país, o governo, as empresas e as famílias. O “invertebramento” envolve a estrutura econômica, o processo social, as relações políticas e os arranjos institucionais.


Essa trajetória é marcada, segundo Gonçalves, na dimensão econômica, por fraco desempenho; crescente vulnerabilidade externa estrutural; transformações estruturais que fragilizam e implicam volta ao passado; e ausência de mudanças ou de reformas que sejam eixos estruturantes do desenvolvimento de longo prazo.

Na avaliação do crescimento da renda durante os governos do PT, o professor classifica de “fraco desempenho pelo padrão histórico brasileiro e pelo atual padrão internacional”. A taxa secular de crescimento médio real do PIB brasileiro no período republicano é 4,5%, e a taxa mediana é 4,7%. No governo Lula, a taxa obtida é 4%, enquanto as estimativas e projeções do FMI para o governo Dilma informam taxa de 2,8%.

O resultado é claramente negativo: no ranking dos presidentes do país, Lula está na 19ª posição, e Dilma tem desempenho ainda pior (24ª), em um conjunto de 30 presidentes com mandatos superiores a um ano. Resultados que não são compensados pelo fato de o governo Fernando Henrique estar em 27ª posição, com o crescimento médio de 2,3%.

O Brasil negativado dos governos do PT também é evidente quando se observam os padrões atuais de desempenho da economia mundial, ressalta Gonçalves. Durante os governos petistas, a taxa média anual de crescimento do PIB (considerando as estimativas e projeções do FMI para os dois últimos anos do governo Dilma) é 3,6%.

No período 2003-2014, a estimativa é que a economia mundial cresça à taxa média anual de 3,8%; no caso dos países em desenvolvimento, essa taxa deverá ser de 6,4%.

Portanto, salienta Gonçalves, o Brasil negativado é evidente quando se constatam não somente essas diferenças como dois outros fatos: em seis dos 12 anos do período 2003-14, a taxa de crescimento da economia brasileira é menor do que a taxa média mundial; e, em todos os anos, a taxa de crescimento do PIB brasileiro é menor do que a média dos países em desenvolvimento.

O Brasil negativado também é evidente quando se compara o crescimento do PIB brasileiro durante os governos petistas com a média simples e a mediana das taxas de crescimento dos 186 países que são membros do FMI e que representam um painel muito representativo da economia mundial.

A taxa média durante os governos Lula e Dilma (3,6%) é menor que a média simples (4,6%) e a mediana (4,4%) das taxas de crescimento dos 186 países. A taxa de crescimento brasileiro é menor que a média simples e a mediana da economia mundial em dez e sete anos dos 12 anos, respectivamente.

O fraco crescimento da economia brasileira durante os governos petistas está diretamente associado às baixas taxas de investimento, ressalta Gonçalves. A taxa média de investimento do Brasil no período 2003-14 é 18,8% enquanto a média e a mediana mundial (painel do FMI) são 23,9% e 22,5%, respectivamente.

Em todos os anos de governo petista, a taxa de investimento é menor que a média e a mediana do mundo. No painel de 170 países o Brasil ocupa a 126ª posição, média para o período 2003-14. (Amanhã, o social) 

DILMA, EM BÚLGARO, QUE DIZER: "MULHER COM VONTADE PRÓPRIA"

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

O SILÊNCIO VERGONHOSO DA ABI E DA OAB DIANTE DA PERSEGUIÇÃO A YOANI SÁNCHEZ. Este texto de Reinaldo Azevedo coloca o dedo na ferida e mostra a que ponto chegaram certas instituições.


Vocês leram o que disse a direção da ABI (Associação Brasileira de Imprensa) sobre os atos covardes perpetrados contra a blogueira Yoani Sánchez? Não? Compreendo. É que a ABI não disse nada. Na última vez em que a entidade frequentou o noticiário, tinha cedido seu auditório no Rio para José Dirceu comandar um ato contra o Poder Judiciário brasileiro. Estava presente, desrespeitando a lei, o embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arveláiz.

Vocês leram o que disse a direção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sobre as ações ilegais que constrangeram a cubana no Brasil? Viram o que afirmou o Conselho Federal sobre o fato de uma embaixada organizar atos de caráter político e confessar que espiões de um país estrangeiro transitam livremente pelo país? Não? Compreendo. É que a OAB não disse nada.

Na última vez em que frequentou o noticiário, o comando da entidade enunciou que estava disposto a verificar se a delação premiada é mesmo inconstitucional, como pretendem dois doutores que trabalham para mensaleiros: o notório Kakay (Antonio Carlos de Almeida Castro) e José Luiz de Oliveira Lima (o querido “Juca” de alguns jornalistas), que tem como cliente José Dirceu, aquele que comandou um ato contra o Judiciário em pleno território da ABI.

Essas duas ausências dão conta do estado miserável do que já se chamou “sociedade civil” no Brasil. As duas omissões são igualmente graves porque os ataques à blogueira remetem mesmo à razão de ser de cada uma delas. A principal tarefa da ABI é zelar pela liberdade de expressão e pela preservação dos valores éticos da profissão de jornalista.

A filóloga Yoani Sánchez é também jornalista. A palavra é a sua matéria-prima. Em Cuba, luta por um regime de liberdades democráticas, por pluralismo político, por respeito aos direitos humanos. Esses valores constituem a essência da história da associação.

A única ABI que expressou seu repúdio às agressões foi a Associação Baiana de Imprensa. A Federação Nacional dos Jornalistas, conforme o esperado, também se calou. Nem poderia ser diferente. A Fenaj tentou criar no país o Conselho Federal de Jornalismo, que colocaria  o trabalho da imprensa sob censura, a exemplo do que ocorre em Cuba, que essa gente ama tanto. 

LEIA O TEXTO INTEGRAL NO BLOG DE REINALDO AZEVEDO:
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/silencios-vergonhosos/

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

YOANI SÁNCHEZ E A FÚRIA DOS MILITONTOS. ORGULHO DE SER MENSALEIRO!

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR




PT. OU, OS ESTRAGOS QUE O TEMPO FAZ


WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

COMO DIRIA FERNANDO COLLOR DE MELLO (NÃO O ALIADO PETISTA DE HOJE),

MAS O DE OUTRAS CAMPANHAS:

"O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO.

O PT COLOCARÁ O BRASIL NA UTI.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

INFLAÇÃO CRESCENTE.

GASTANÇA PÚBLICA DESENFREADA.

DEFESA DE CORRUPTOS.

DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS E COMPRA DE CONSCIÊNCIAS.

INDÚSTRIA EM CRISE.

CÂMBIO INSEGURO.

ENSINO SUPERIOR INDIGENTE.

VIOLÊNCIA URBANA CRESCENTE.

CAMPEÕES DO CRACK NO MUNDO.

ÓTIMAS RELAÇÕES COM REGIMES TOTALITÁRIOS.

EXPORTAÇÕES CAINDO.

INFRAESTRUTURA AOS PEDAÇOS.

PETROBRÁS AFUNDANDO.

É POUCO, OU QUER MAIS?