Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

MENSALÃO, O BRASIL E A PIADA PRONTA

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

FILHA DE JOSÉ GENOÍNO DIZ QUE TEM VERGONHA DO PAÍS. Quando li a notícia entendi mal e pensei que estivesse escrito “Tenho vergonha do meu pai”. Embora fosse um pouco estranho, seria razoável, dado que Genoíno, embora doente, pretende obter uma aposentadoria de R$ 26 mil de modo questionável, escapando da cassação e da punição penal pela sua participação no Mensalão. Genoíno é um brasileiro como qualquer outro, sujeito às leis do País.

JUNTAS MÉDICAS ATESTAM QUE SAÚDE DE GENOÍNO (EMBORA DOENTE) ESTÁ BEM E NÃO PRECISA APOSENTAR-SE. 



COMO LI RÁPIDO, E ACHO LAMENTÁVEL FORÇAREM A BARRA PARA APOSENTAR GENOÍNO, IMAGINEI QUE A FILHA O CENSURASSE POR ISSO. LI O QUE ESTÁ ACIMA. MAS O CORRETO É O QUE ESTÁ ABAIXO.

Sou pai, fui filho, compreendo o amor filial. Compreendo a luta da filha de José Genoíno para que ele se aposente como deputado, para que não seja cassado, e para que não fique na cadeia como qualquer outro condenado brasileiro.

Compreendo, mas não concordo.

Quando ela envia cartas à imprensa tentando mostrar a inocência de seu pai (por ser “pobre”), ou por estar doente, ou pelas suas boas intenções em política, ela deixa o aspecto afetivo falar mais alto que o bom senso e a própria História.

Em primeiro lugar, desde criança aprendi a detestar as ditaduras, a não suportar autoritários e totalitários em geral. A família de meu avô foi perseguida por Getúlio Vargas. 

Assim, quando adolescente, nos anos 60, sempre fui contra a ditadura militar e contra os terroristas comunistas que lutavam para derrubar o regime e para implantar uma outra ditadura, ao estilo cubano.

Jamais fui enganado pelos propósitos de José Genoíno e seus companheiros de guerrilha. No Brasil existiam e existem milhões de pessoas que, pelo fato de serem contra a ditadura militar não eram, necessariamente, a favor da esquerda comunista.

Para mim, foi com espanto que, após a volta do regime democrático, percebi que os antigos terroristas começaram a vender aos jovens a imagem de salvadores, como se tivessem lutado contra os militares para implantar a democracia no Brasil. Não foi isso que aconteceu, não.

Assim, compreendo que a filha de Genoíno ame seu pai e tenha ouvido histórias bonitas desde a mais tenra infância. Mas ela parece ter, já, idade suficiente para andar com as próprias pernas e buscar mais informações sobre o passado.

Ela talvez saiba que se a ditadura matou terroristas e gente inocente de forma ilegal, também deve saber que os terroristas mataram quase duzentos inocentes em atentados violentos a bomba e com armas de fogo.

Um amigo meu perdeu uma perna por conta da explosão de uma bomba terrorista, nunca recebeu a menor atenção, o menor pedido de desculpas por isso. O que colocou a bomba recebeu indenização do Estado Brasileiro e recebe gora pensão mensal.

A FILHA QUERIA QUE OS MÉDICOS ATESTASSEM O QUÊ?, DEVERIA ESTAR FELIZ POR ELE ESTAR BEM.


NUNCA FORAM MEUS HERÓIS

Não é preciso alongar-se sobre essas coisas, há muita literatura disponível a respeito. O fato é que José Dirceu e José Genoíno e outros nunca foram meus heróis.

O episódio do Mensalão foi um dos mais vergonhosos da História do País. Os envolvidos, gente de vários partidos da base de apoio do governo, e do PT, foram processados e contaram com os melhores advogados do País. Ninguém pode choramingar que faltou direito à Defesa.

No regime democrático, imperam as leis, e as leis são iguais para todos.



Os condenados por corrupção ativa e passiva, desvio de dinheiro público e outros crimes cumprirão suas penas como qualquer outro brasileiro. Assim deverá ser com José Genoíno.

Fico admirado de que uma moça solidária com o pai tenha descoberto agora as péssimas condições das cadeias nacionais. Logo a filha de um sujeito supostamente tão idealista, que deveria haver lutado para melhorar esses locais imundos, melhorar a sua comida.

Contudo, deve-se ressaltar que a Papuda é um hotel cinco estrelas perto das cadeias que os cidadãos comuns costumam freqüentar.

Assim como o SUS e seus ambulatórios são muito diferentes dos hospitais de luxo que hoje são freqüentados pelos políticos, especialmente os petistas que adoecem. Até imagino a resposta: “gostaria que todos pudessem ser atendidos no Sírio Libanês”...

SEM APOSENTADORIA



O fato é que José Genoíno está doente, mas a coisa, segundo as juntas médicas designadas pelo STF e pela Câmara, não é tão grave que o impeça de trabalhar como deputado – isso nunca foi serviço pesado! E que o obrigue a aposentar-se por invalidez! Que vergonha!

Me admira que ela condene os médicos das duas juntas, como se eles devessem atestar que Genoíno deve ser aposentado ou que não pode ficar preso pelo suposto passado heróico dele. Coisa de filha que ama o pai. 

Tantos presos estão doentes, com HIV, tuberculose, câncer, e outras doenças contagiosas e os políticos não fazem visitas às cadeias públicas para verificar a situação. Agora que duas dúzias de corruptos condenados verão o xadrez toda Brasília e a aristocracia do Pais reclamam da comida, da água e dos colchões.

Quando li a manchete acima compreendi mal e pensei que a filha houvesse caído em si diante da situação do País e de suas cadeias, mas não, ela imagina que o pai é diferente dos demais brasileiros, um herói nacional (para ela, é claro) e merece aposentar-se por invalidez, receber R$26 mil mensais, não ser cassado e, talvez, não devolver a medalha que recebeu do Exército.

Ela age apenas com o coração.  

   

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

A ÚLTIMA CORRIDA DE GIOVANA. ELA VIAJAVA A 170 KM POR HORA, DE PRAIA GRANDE A ITANHAÉM, APÓS DAR CARONA PARA A MORTE. O carro, desgovernado, espatifou-se em uma coluna de concreto, no KM 315 da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (BR 101). Giovana Dias de Souza Alves, 19 anos, teve morte instantânea. (VIDEOS) (SENNA E JUAN FANGIO).



GIOVANA, 19 ANOS


Giovana Silva nasceu no mesmo ano em que o nosso grande piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, tri-campeão mundial, perdeu a vida batendo de frente a mais de 200 Km horários na Curva Tamburello, no circuito de Ímola, Itália, no dia primeiro de maio de 1994. Uma cena horripilante e inesquecível.

Nos seus 19 anos de idade, Giovana talvez pudesse ter sido sua fã, se vivesse na época. Talvez o conhecesse, e o admirasse. Mera especulação. Pode ser que ela nem gostasse de assistir corridas, e nem soubesse de Senna, mas gostasse da sensação da adrenalina percorrendo as veias.

Certamente gostava, caso contrário não faria fotografias do ponteiro  do velocímetro atingindo altas velocidades em estradas comuns, e não em autódromos. Ela publicou uma foto no Instagram, em março deste ano, com o ponteiro (de um Gol!) atingindo 180 Km por hora. Giovana gostava de fortes emoções. 

180 KM/H EM MARÇO DESTE ANO


Uma coisa é certa, uma garota com 19 anos de idade em 2013 certamente nunca ouviu falar do penta-campeão mundial de Fórmula 1, o argentino Juan Manuel Fangio (1911-1995) que obteve os seus cinco títulos mundiais na década de 1950. Anos heróicos, em que os pilotos corriam pela aventura, sem qualquer equipamento de proteção que pudesse lhes salvar a vida em caso de acidente.

O que têm  Ayrton  Senna e Juan Fangio com a morte de Giovana? Nada. Muito.

SORTE E AZAR

Senna morreu porque o carro que pilotava apresentou um defeito mecânico no sistema de direção em plena curva (Tamburello) e ele nada poderia ter feito para evitar a batida. Senna teve azar.

Fangio morreu de velho. Poderia ter morrido em muitas das oportunidades em que pilotou, pois era um piloto incansável e ousado, um dos mestres inspiradores de Ayrton Senna. Fangio teve sorte.

Sorte e azar aqui não tem nada a ver com competência ou incompetência de pilotos de corrida. Pilotos são sempre competentes. Senna era competentíssimo, mas a Morte o esperava na Tamburello, e ele nada, absolutamente nada poderia ter feito.

Fangio sempre foi mais rápido que a Morte, nas corridas. Morreu de velho.

E Giovana? Giovana tinha apenas 19 anos de idade, nasceu em tempos elétricos, em tempos de  impaciência, em que a garotada espera respostas imediatas das máquinas. O computador precisa funcionar de imediato, o celular precisar fazer a ligação agora. Os jovens fazem duas ou três coisas ao mesmo tempo. Ouvem música, estudam e comunicam-se pelo Facebook ao mesmo tempo.

Isso pode ser muito bom. Isso pode ser muito ruim.

Se você está em sua casa ouvindo música, comendo um sanduíche, conversando com amigos pelo Face e, até estudando um pouquinho, nada a temer. O pior que pode acontecer é você cair da cadeira, ou demorar um pouquinho para dar uma resposta a alguém.

Mas se você está em uma estrada movimentada, viajando a velocidades superiores a 150 Km por hora, com motoristas mais lentos à sua frente, caminhões, ônibus coletivos que saem e entram na estrada a qualquer momento, motos e bicicletas, pedestres abusados que cruzam a pista correndo,  e ainda quer utilizar o telefone celular para conversar, mandar ou receber mensagens, ou tirar fotografias do velocímetro, então você é um temerário, não tem a menor noção do perigo de fazer algo assim quando não controla a maioria das variáveis à sua volta.

A 170 Km por hora um carro percorre mais de 42 metros em apenas um segundo. Tic – Tac.

COMO FICOU O CARRO APÓS A BATIDA
(Foto: Tarcisio Sween/VC no G1)


Talvez ao tentar tirar uma foto do velocímetro para registrar a velocidade em que trafegava a garota tenha fixado a atenção no celular ou no velocímetro por alguns segundos. Em apenas cinco segundos o carro teria percorrido a distância de 200 metros! Ela pode ter tirado uma das mãos do volante, o celular pode ter escapado de sua mão e ele distraiu-se por segundos. O suficiente para a Morte assumir a direção.

A LIÇÃO DE FANGIO

Quando eu tinha menos de dez anos de idade (aprendi a dirigir com dez anos, décadas atrás, no interior) li com a devida atenção um artigo curto na famosa revista Seleções de Reader´s Digest, escrito por Juan Manuel Fangio. O grande piloto dava algumas dicas para dirigir com segurança.

Olhar sempre à frente, ao menos a um quilômetro de distância; olhar no espelho retrovisor ao menos uma vez a cada sete segundos; guiar com as duas mãos ao volante, na posição de dez para as duas horas; nunca falar com o passageiro ao lado; manter toda atenção na estrada.

Isso me foi muito útil na vida, mesmo quando, às vezes, como Giovana, pisei um pouco mais fundo no acelerador. E foram várias essas vezes.

Creio que a juventude de Giovana e a sua experiência com celulares, computadores e jogos eletrônicos, a fizessem perceber a paisagem real da estrada como uma paisagem virtual de uma tela de computador.  Como se fosse um jogo. A vida como um jogo.

Um velho teórico tcheco, chamado Bystrina, formulou que a Cultura tem algumas raízes profundas, perdidas no Tempo. Uma delas os jogos, com os quais aprendemos sobre a vida, passamos o tempo, sonhamos.  Entre os tipos de jogos:  Alea (jogar com a sorte ou azar), Ilynx (a busca da vertigem – velocidade, saltos, surfe), Agon (lutas, jogos).

Uma corrida é um tipo de luta. 

Podemos ser o melhor e perder. Podemos ganhar. Fazem-se as apostas. Os torcedores vibram como se fossem eles a disputar. Repentinamente entra em campo o Azar e leva a nossa vitória, ou nossa vida.   A vida, simbolicamente, pode sempre ser vista como um jogo. Mas, atenção, apenas simbolicamente.

Na tela, ao errarmos, podemos começar de novo. 

A realidade, cruel, não perdoa os nossos erros. Giovana tinha apenas 19 anos de idade. 

RIP GIOVANA.   
PS.

A perícia policial ainda não determinou a velocidade do carro de Giovana; certamente não estava dentro dos limites impostos, basta olhar para os destroços do veículo.

A imagem no celular, registrando velocidade de 170 KM horários, indica que ela, pouco antes de bater, atingiu aquela velocidade. Imprudência no mais alto grau.

Embora, lamentavelmente, tenha morrido, ao menos não atingiu outras pessoas ou veículos.

Mas uma coisa deve ficar nítida: Ela fazia esse trajeto com frequencia.  A que velocidade?

Então fica uma pergunta: Nunca há policiamento ou radares por ali?  


AYRTON SENNA, 1994, CIRCUITO DE MODENA, CURVA TAMBURELLO 






JUAN FANGIO PILOTANDO MASERATTI (TESTE) EM MODENA





O PIBINHO JABOTICABA DE DILMA. Dois passos adiante, um para trás, esse é o Brasil do PT.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

BRASILEIROS PODEM USAR ARMA E NÃO SABEM.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

terça-feira, 26 de novembro de 2013

JOSÉ DIRCEU SERÁ GERENTE DE HOTEL, EM BRASÍLIA. SE O STF PERMITIR, É CLARO. Ele vai modernizar a administração hoteleira. Vai implantar dois caixas: o caixa um e o caixa dois. Só para agilizar o atendimento aos hóspedes.

O SALÁRIO, ... Ó!

Leio na imprensa que José Dirceu foi convidado a gerenciar um hotel de Brasília, com salário de R$20 mil mensais. Para quem já estava ensaiando dirigir uma cela na Papuda, como se fosse a Pensão da Mãe Joana, foi um passo e tanto.

Dirceu poderá fazer o hotel dar um grande salto, em termos de hospedagens, fazendo subir a taxa de ocupação; já existem algumas sugestões:

.Marcar reuniões petistas em Brasília, com locação do salão de convenções. 

.Agendar uma das reuniões preparatórias do Foro de São Paulo no hotel.

.Conseguir a transferência da prisão domiciliar de José Genoíno para a suite presidencial.

.Reservar uma ala especial do hotel para Lula, Dona Marisa, Rose, e outras pessoas chegadas,  quando de visita à capital. Os quartos podem ser decorados com estrelas no teto... vermelhas.

.Vender - ou locar - para o Ministério da Saúde um andar inteiro para hospedar os escravos médicos cubanos.

.Fazer um convênio com a Cubanacan - estatal de hotéis de Cuba para envio de turistas brasileiros, em troca de hóspedes cubanos (sempre do governo, é claro, pois os cubanos comuns são prisioneiros em seu próprio país).

Bem, mas se este fosse um país sério a Justiça deveria pensar muito antes de permitir que as penas de prisão sejam achincalhadas de vez. 

Uma pergunta: o gerente do hotel foi demitido para dar lugar a Dirceu, ou Dirceu será um gerente tipo caixa-dois?



   

A COPA 2014 AINDA VAI ACABAR CUSTANDO O PREÇO DE DUAS COPAS

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

MENSALÃO NÃO É PIADA DE SALÃO, MAS ESTÁ QUASE VIRANDO UMA.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O SOCIALISMO, OS HISTÉRICOS E OS PSICOPATAS. "O histérico não crê naquilo que vê, mas naquilo que diz e repete". (Olavo de Carvalho).



Lógica da histeria 

Olavo de Carvalho
19 Novembro 2013

Lançar as próprias culpas sobre os outros é, no psicopata, um instinto inato e uma das bases do seu poder pessoal. No histérico, é um hábito adquirido, um reflexo defensivo e um instrumento de integração na comunidade protetora.  Nos psicopatas, é uma força. Nos histéricos, um sinal de fraqueza.

Sendo impossível o socialismo perfeito, suas sucessivas encarnações imperfeitas serão sempre e necessariamente consideradas “direitistas” em comparação com suas versões ideais futuras, de modo que a culpa de seus crimes e misérias terá de ser imputada automaticamente à direita, ao capitalismo, aos malditos liberais e conservadores. Do fundo do Gulag, do cemitério ou do exílio, estes serão sempre os autores do mal que os comunistas fizeram.

Isso é um dos preceitos mais essenciais e constantes da lógica revolucionária. Ele corresponde, na prática, ao direito ilimitado de delinqüir, de roubar, de matar e de produzir toda sorte de horrores e misérias, com a garantia não só da impunidade mas de uma consciência eternamente limpa, tanto mais pronta a levantar o dedo acusador quanto maiores são as culpas objetivas que carrega.

É impossível não perceber a identidade cabal entre esse vício estrutural de pensamento e o traço mais característico da mentalidade psicopática, que é a ausência de culpa ou arrependimento, o cinismo perfeito de quem se sente uma vítima inocente no instante mesmo em que se esmera na violência, na mentira e na crueldade.

Os psicopatas não são doentes mentais nem pessoas incapacitadas. São homens inteligentes e astutos sem consciência moral. São criminosos por vocação. Os únicos sentimentos morais que têm são o culto da própria grandeza e a autopiedade: as duas formas, ativa e passiva, do amor-próprio levado às suas últimas conseqüências.

Eles não têm sentimentos morais, mas sabem percebê-los e produzi-los nos outros, sobre os quais adquirem assim o poder de um super-ego dominador e manipulador que neutraliza as funções normais da consciência individual e as substitui por cacoetes de percepção, coletivos e uniformes, favoráveis aos objetivos da política psicopática.

Só por isso não se pode dizer que todos os líderes e intelectuais comunistas sejam psicopatas. Como observou o psiquiatra Andrew Lobaczewski no seu estudo da elite comunista polonesa, um pequeno grupo de psicopatas basta para atrair um vasto círculo de colaboradores e militantes e instilar neles todos os sintomas de uma falsificação histérica da percepção. O histérico não crê naquilo que vê, mas naquilo que diz e repete. 

Sua experiência direta da realidade é substituída por uma padronização compulsiva que enxerga sempre as coisas pelos mesmos ângulos e não consegue nem imaginar que possam ser vistas de outro modo: a mera tentação de fazê-lo, mesmo por instantes, é reprimida automaticamente ou repelida com horror.

Só um pequeno círculo no topo do movimento comunista compõe-se de psicopatas autênticos. A maioria, do segundo escalão para baixo, é de histéricos. Erik von Kuenhelt-Leddihin documentou extensamente o papel da histeria na militância esquerdista em geral, mas Lobaczewski descobriu que essa histeria não é “causa sui”: é produto da influência penetrante e quase irresistível que os psicopatas exercem sobre as mentes fracas, trocando a sua percepção natural do mundo e de si mesmas por uma “segunda realidade” -- para usar o termo de Robert Musil – da qual só podem emergir por um salto intuitivo atemorizador e humilhante que lhes custará, ademais, a perda dos laços de solidariedade grupal, base da sua precária subsistência psicológica.   

Lançar as próprias culpas sobre os outros é, no psicopata, um instinto inato e uma das bases do seu poder pessoal. No histérico, é um hábito adquirido, um reflexo defensivo e um instrumento de integração na comunidade protetora.  Nos psicopatas, é uma força. Nos histéricos, um sinal de fraqueza. Não espanta que os primeiros façam uso dele com astúcia e comedimento, os segundos com total destempero, levando a invencionice até o último limite do ridículo e da alucinação.

Mas o dr. Lobaczewski vai um pouco mais fundo na análise do fenômeno. Quando a militância orientada pelos psicopatas sobe à condição de poder político e cultural hegemônico, a deformação histérica torna-se o modo dominante de pensar e se alastra por toda a sociedade, infectando até grupos e indivíduos alheios ou hostis ao movimento revolucionário.

Daí a contaminação da linguagem de comentaristas “de direita” pela mágica histérica de tentar inverter as proporções da realidade mediante a simples inversão das palavras.  Quando proclamam que Lula ou Dilma são “de direita”, os srs. José Nêumanne Pinto e Demétrio Magnoli, homens insuspeitos de colaboração consciente com o “establishment” esquerdista, só provam que foram vítimas inconscientes dessa contaminação. 

Por definição, todo governo “de transição” para o socialismo é menos socialista, portanto mais direitista, do que o seu sucessor esperado, assim como todo socialismo real é menos socialista e mais “direitista” do que qualquer socialismo ideal. 

Ver nisso a prova de um direitismo substantivo, transmutando uma diferença de grau numa identidade de essências é um erro lógico tão grosseiro que só faz sentido como mentira psicopática ou macaqueação histérica. O psicopata vive de criar impressões, o histérico de absorvê-las, imitá-las e propagá-las. Os srs. Nêumanne e Magnoli querem dar a impressão de que o petismo é mau. Para isso, absorvem, imitam e propagam o estereótipo verbal criado por psicopatas comunistas para salvar automaticamente a reputação da esquerda após cada novo fiasco, de modo que ela possa repeti-lo de novo e de novo.  Combatem o petismo de hoje fomentando o petismo de amanhã. 

Publicado no Diário do Comércio.

TEXTO REPRODUZIDO DO SITE MÍDIA SEM MÁSCARA:

 

PETISTAS TENTAM ATRASAR CASSAÇÃO DE JOSÉ GENOÍNO PARA QUE ELE POSSA APOSENTAR-SE COMO DEPUTADO. Aposentadoria poderá chegar a R$26 mil mensais! 55º debate de Veja! (video)



 

Por enquanto, a Justiça mandou prender onze mensaleiros, dos quais três são petistas (há outros). 

No entanto, a gritaria do PT e a cobertura capenga da Imprensa dão a impressão de que apenas os três caciques petistas foram presos, e o pior, são apresentados quase como vítimas!!!

Agora, os congressistas descobriram a má  condição das prisões, a falta de água quente, etc; e os amigos dos corruptos presos, que os vão visitar, furam fila, como se dessem tapas de luva de pelica na cara dos familiares dos presos comuns, aqueles cidadãos sem pedigree petista ou de políticos influentes.

Chega a ser vergonhosa a romaria de líderes políticos à Papuda para visitar corruptos. E mais estranho ainda é o silêncio da oposição. 

O PT usufrui da posição de quem habita na Casa Grande; a senzala que se dane.  

O PT no governo federal deixou de construir 30 mil vagas de cadeias!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

OS MENSALEIROS CARAS DE PAU. Até quando o povo vai suportar essa palhaçada?



Quantos coelhinhos os advogados dos petistas presos por corrupção pretendem tirar da cartola? A cada dia uma besteira maior. Querem fazer dos presos, sentenciados por corrupção, por desvio de dinheiro público, uns heróis, vítimas, presos políticos!!!

Tenham a santa paciência.

Genoíno está doente, sabemos, mas está acontecendo um verdadeiro carnaval na Papuda, do qual os petistas querem tirar vantagens políticas e atingir a imagem positiva do ministro presidente do STF, Joaquim Barbosa.

Nestes poucos dias de hospedagem, no cinco estrelas que é a Papuda perto das prisões brasileiras, os petistas estão dando um verdadeiro e vergonhoso show de prepotência, de "sabe com quem está falando?", de a lei e as regras são para o populacho!.

É uma vergonha que as autoridades de Brasília e os congressistas não respeitem as normas de visita, como se os presos, e Genoíno fossem da alta aristocracia brasileira. Não são socialistas? Isso lhes dá alguma vantagem sobre o povo?

As famílias dos presos comuns estão indignadas com o fura-fila, com o desrespeito das regras da prisão. Uma vez presos, nossos supostos heróis da corrupção não passam de ... presos, ora. Prisioneiros, sujeitos a banhos frios, água de torneira e todas as regalias de que dispõem os seus colegas de jornada.

Os mais de 25 deputados petistas que foram à prisão fazer visitas provavelmente jamais foram à Papuda saber as condições em que vivem os prisioneiros. Talvez muitos dos deputados e senadores posudos nunca tenham visitado qualquer outra prisão brasileira, para saber "in loco", diretamente, como são tratados os presos.

Como congressistas, ficaram mal acostumados, muitos esqueceram sua origem humilde e agora fazem o que criticavam em outros: furam fila, passam longe do povo, desrespeitam as próprias normas e regimentos da prisão.

Os senhores deveriam ter vergonha na cara, senhores legisladores, os senhores fazem as leis. 

Deveriam ser os primeiros a obedecê-las! 

  

terça-feira, 19 de novembro de 2013

SOCIALISMO É O OUTRO NOME DA INVEJA.

Fonte: Marx da Depressão
https://www.facebook.com/karlmarxdadepressao?fref=ts

DIRCEU, GENOÍNO, DELÚBIO, OS PETISTAS REPUBLICANOS, MAS MAIS REPUBLICANOS QUE O RESTO DOS BRASILEIROS. Isto é, a lei é igual para todos, mas alguns se acham mais iguais que os outros!




Nunca se ouviu falar tanto em atitudes republicanas como nos tempos petistas, especialmente no período lulista, em que era ministro da Justiça o advogado Márcio Thomaz Bastos. 

Era republicano prá cá, republicano prá lá, e, no caso do presos pela PF, tomem lá as algemas republicanas que, segundo o governo, era para pobres e ricos, igualmente republicanos perante a Lei. 

Mas, como diria o agora aliado de Lula e do PT, Fernando Collor de Mello, "o tempo é o senhor da razão". Dito e feito. 

A história começou quando foi instaurado o processo do caso chamado Mensalão (Ação Penal 470, como gostam de dizer os petistas). 

Os petistas, dada a origem do partido, que mais parece uma religião (ler o livro O Partido de Deus, de Luis Mir, sempre se julgaram superiores aos demais brasileiros.



Um brasileiro comum que roube é ladrão; um político que seja de outro partido que roube e seja punido, é correto, perante os olhos petistas; mas um petista ser punido por roubo de dinheiro público, ou corrupção, é uma injustiça. 

Ou o roubo de um petista é mais especial, não sendo roubo, ou os petistas deveriam, em sua própria ótica, estar acima da lei comum a todos os brasileiros.

Em suma, os petistas se vêem como os salvadores que têm uma missão especial, daí a natureza religiosa do partido, segundo Mir.

MENSALEIROS NA CADEIA

Acompanhar o noticiário sobre a prisão dos mensaleiros corruptos já está ficando uma coisa muito chata, monótona e irritante, tal a choradeira e as lágrimas de crocodilo dos corruptos presos, seus parentes e militantes partidários.

Agora fica claro como a imprensa está infiltrada de petistas, pois a imprensa não perde a oportunidade para questionar a legalidade das prisões! 

Imaginem, um processo que se arrastou desde 2005! Todos os acusados tiveram os advogados mais caros do Brasil! Inclusive ex-ministros de Estado! Tiveram toda a defesa da qual pouquíssimos brasileiros,mesmo ricos, poderiam dispor, mas não perder a chance de fazer biquinho e dizerem-se injustiçados!

E a imprensa dando espaço para argumentos idiotas. Além da cobertura que parece mais coisa de colunismo social.

Publica-se como foi o lanchinho da manhã dos presos, consulta-se nutricionista para saber se está tudo bem com eles, questiona-se quem será o primeiro a fazer cocô e se os intestinos funcionaram direitinho. Durmiram bem os mocinhos? Havia mosquitinhos incômodos na cela?

Santa paciência!

Acusados de corrupção ativa e passiva, desvio de dinheiro público, e outros crimes, foram julgados e condenados como qualquer bandido, ora.

Mas agora, sendo os criminosos ligados ao PT, começa-se a questionar o julgamento, as penas, os locais de cumprimento de pena, a temperatura da água, a qualidade dos lanchinhos, o conforto dos colchões.

O curioso dessa história toda é que são os prisioneiros ditos socialistas, aqueles preocupados com um tipo de humanismo (claro que de fachada) especial, mas os quais nunca se preocuparam, realmente, com a situação dos milhares de presos do Brasil, os cidadãos comuns que estão atrás das grades.      

TORCIDA ORGANIZADA

Nesta hora é que os brasileiros deveriam avaliar como os tais socialistas e seus amigos encaram as leis e a cadeia. 

Porque os socialistas criminosos condenados deveriam ser tratados de modo diferente de qualquer outro mortal? 

Porque são petistas? 

Brasileiros especiais  é que não são.

Lamento que a família de Genoíno fique sem o contato cotidiano a que se acostumaram com ele, mas ele agora é um condenado, porque deveria ser tratado de modo diferente de outros pais de família que estão presos Brasil afora (cada um com seus crimes e condenações)?

Reclamaram que Dirceu, Genoíno e outros condenados voaram algemados no avião da PF. É a regra. Uma sujeito sem algemas pode querer aprontar durante o vôo, ora. 

É regra geral, não foi uma gentileza aos nossos criminosos VIP.

Reclamaram que Genoíno ficou nu para a revista na prisão. E, por acaso, ele não poderia ter entrado no presídio com algum objeto escondido em alguma parte, pensando em cometer uma asneira qualquer? Todos os presos não são revistados nus? Os nossos socialistas humanistas de última hora nunca souberam disso?

Essa gritaria mostra que de socialismo há muito ar, mas pouco conteúdo, pois deveriam entender que as regras e as leis são para todos. É a lei e são as regras que igualam a todos, não a ideologia marxista.

Essa gritaria me fez pensar que, no fundo, todos eles gostam de falar em igualdade, guardando as devidas diferenças! 

Igualdade para todos, mas sempre acreditando (eles, é claro) que alguns são mais iguais que os outros.

Viva a Lei! 



A PRESIDENTE ENLOUQUECEU? A presidente da República governa os brasileiros, não é uma extensão do PT.


O blog do Coronel (Coroneleaks) fez print da página acima da presidente da República na qual há crítica absurda ao julgamento dos mensaleiros pelo STF.

Que muitos petistas não sejam democratas e não queiram acatar a Justiça do Brasil, tudo bem, é direitos deles espernears, mas a presidente da República deve zelar e honrar pelo mandato de presidente de todos os brasileiros. 

Jamais poderia vincular sua figura a uma idiotice como a que está acima.  

"ESTAMOS JUNTOS", DISSE LULA. SÓ QUE ELE FORA, E ELES NA CADEIA! GAROTO ESSSPERRRRTO.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

"A CADA DIA ESTOU MAIS CONVENCIDO DA MINHA INOCÊNCIA" (JOSÉ DIRCEU). VAI TER UM BOM TEMPO PRA PENSAR NISSO.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

NATAL E MENSALÃO: CADA UM TEM O PAPAI NOEL QUE MERECE.

WWW.SPONHOLZ.ARQ.BR

E AGORA, APÓS A PRISÃO DOS MENSALEIROS, O PT VAI EXPULSÁ-LOS COMO MANDA O ESTATUTO?






O PETISTA DELÚBIO SOARES ESTÁ PRESO EM CUBA? Aqui no Brasil ele foi condenado por corrupção mesmo.


Os petistas corruptos condenados pelo STF querem continuar enganando as criancinhas, e insistem na idiotice de dizer que são presos políticos. 

Que eu saiba, presos políticos existem em ditaduras, onde as pessoas são presas apenas por pensarem de modo diferente do tirano ou ditador de plantão. 

As prisões cubanas estão cheias de presos políticos.

Delúbio Soares está preso não é por conta do que ele pensa, pois o que ele pensa não importa muito; ele pode pensar o que quiser. 

Ele foi preso por estar envolvido com corrupção e desvio de dinheiro público. Ele foi condenado pelo STF pelo que fez, e não pelo que ele pensa.

Ele é mais um corrupto na cadeia, não um preso político; ele não está em uma masmorra de Havana, por haver criticado Fidel Castro, está na Papuda, em Brasília.

Não é um preso político, mas é um papudo.